terça-feira, 30 de setembro de 2008

Eu Prometo!

Nessa época de campanha política promessa é o que mais vejo e ouço. Tem até quem prometa não prometer. Parece brincadeira, mas eles estão convencidos que nos convencerão.
Para falar a verdade eu nunca me senti tão incrédula politicamente como agora, mas sei que tenho o dever/direito de escolher quem melhor administrará a cidade em que nasci, em que moro e que amo.
Adoro Natal e tenho a responsabilidade de escolher quem irá cuidar da suas praias, de seus jardins, de suas escolas e de seus postos de saúde nos próximos quatro anos. A eleição está próxima e exercerei minha cidadania.
Por enquanto tenho as minhas promessas comigo mesma. Sou uma boa aquariana e isso explica o meu medo de me comprometer, mas dessa vez é para valer.
Prometi me cuidar mais e já comecei a cumprir a promessa. Fui a uma médica ortomolecular em Recife e me submeti a consulta mais completa que me lembro desde a última visita ao pediatra.
Saí de lá satisfeita e de ânimo novo apesar da virada de mesa que terei que dar e das privações que já comecei a experimentar.
Passei a semana sofrendo crise de abstinência, pois Dra. Diana me tirou a Coca Zero, um dos meus vícios mais cultuados, mais gostosos e mais prazerosos. Meu bem e meu mal.
Liberei no fim de semana, mas sem os exageros de antes. Já não fico contando quantas latas ou garrafas de dois litros tem na geladeira.
Prometo cuidar do meu corpo e já dei os primeiros passos. A alimentação já foi alterada e nem sinto mais aquela fome de doces, de gorduras e de massas que me acompanharam nos últimos anos.
Sou gulosa e serei sempre apreciadora de bons pratos, mas não vou mais matar a fome da alma com comida.
O sedentarismo é a parte mais difícil, mas podem acreditar que já comecei a substituir a escada pelo elevador e já danço pelo menos dez minutos por dia como recomendou a médica. Na semana que começa amanhã tratarei da academia.
De minha cabeça dura e ao mesmo tempo sensível já cuido há tempos no divã. Relaxei um pouco e o emocional ganhou do racional novamente. Voltei com vontade e determinação ás sessões de psicoterapia que já me ajudaram muito e voltam a me ajudar.
Não esquecerei do que dói além e me dedicarei mais ao espírito. Essas dores serão tratadas com mais atenção. Evitarei caminhos sombrios, podem acreditar. Darei mais espaço para as preces e nas minhas conversas com Deus farei tudo para evitar interferências. O primeiro passo é me perdoar, pois Ele já deve ter me perdoado. Agradecerei mais e reclamarei menos. Tentarei me aprofundar na lição de dar, sem querer receber em troca. E prometo curar o orgulho que ainda me fere, mas não buscarei a santidade: quero distância de quem me faz mal. Não darei mais a face para bater.
O que eu quero e prometo é ser feliz e tentar dividir a felicidade com quem gosto.

Evelyne Furtado, em setembro de 2008.

3 comentários:

Celamar Maione disse...

Evelyne
Belos sonhos com muito amor.
O amor equilibra, alma apaixonada.
Obrigada pela troca constante através dos blogs.
Beijão

Evelyne Furtado disse...

Essa troca é muito proveitosa, Celamar. Eu adoro seus blogs!
Beijos

Marcelo Novaes disse...

Evelyne,


Ótimas as resoluções!


Estava procurando pelo Cancioneiro de Petrarca e dei com seu blog...





Beijos,







Marcelo.