sexta-feira, 16 de maio de 2008

SABOR DE CANA



Tocar de um amigo a mão
Oferecer a quem deseja o pão
Saciar a quem tem sede
Ninar um bebê em uma rede
Fazer um elogio franco
Te prometer um dia branco
Fazer um amigo feliz
Salvá-lo da dor por um triz
É quando vale muito ser humana
Como um beijo com sabor da cana.


Evelyne Furtado

2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Ui! Quão romantica estamos. E um beijo? Melhor ainda.
Beijinhos

Evelyne Furtado disse...

É sim, Ana! Bem melhor...
Obrigada, querida!