terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Eu Vou.



Mansa ou louca
Vou pela vida andando,
Em largas avenidas ou
Em estreitas veredas.

Entoando cânticos, vou.
Lavada em lágrimas ,vou.
Em pleno gozo, vou.
Em gargalhadas, vou.


Entre paredes, vou.
Pisando em nuvens, vou.
Com a alma livre , vou!

5 comentários:

Capitão-Mor disse...

Acima de tudo devemos reger as nossas vidas pelo sentido de liberdade...

Evelyne Furtado disse...

A liberdade me guia, dentro de um padrão de respeito ao próximo. É assim que eu vou pela vida...
Obrigada pela visita, Capitão.

laura disse...

"lavada em lágrimas..." que coisa tao linda! dessas que eu leio e nao esqueço mais.

Evelyne Furtado disse...

Oi, Laurita!
Vez ou outra tomo um banho assim, rs. Adoro suas visitas, amiga!
Beijos

Vida disse...

Oi, Veca !

Uma visitinha pra matar a saudade.

E só para não perder costume, me descobrir em uma de suas poesias.

Tá no meu orkut, tá ?


bj grd !