sábado, 12 de janeiro de 2008

ANJO LUZ




Um foco de luz adentra minha alma.
Uma sonda buscando as cicatrizes internas.
Um olho atento procurando incompreendidos nãos.
Um anjo conduz os intrumentos.
Entrego-me.
Abro-me ao seu olhar.
Ajo ao seu doce comando.
Ele toma a minha alma nas mãos
E com seu hálito angelical,
Cura-me as desilusões.

2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Oi querida, onde anda esse anjo? Eu também quero. Eheheh
Beijinhos

Evelyne Furtado disse...

Oi, Ana!
Talvez esse anjo só more na minha imaginação e vez por outra surja para me visitar, fazendo-me um bem enorme. Adoro anjos,rs.
Beijos