terça-feira, 23 de outubro de 2007

DECIDI.

Hoje decidi que vou. Vou seguir todos os caminhos que me levem ao que busco. Não temerei veredas. Não me acomodarei. Preciso e quero ir ao encontro dos meus sonhos. Que os meus desejos me guiem e que Deus me proteja. Meu Anjo da Guarda é bom no que faz e por isso estou segura. E vou. O que me preocupa é o coração. O órgão está sofrido, mas tem uma boa recuperação. Já comprovei. Mas não vou abusar. Porei uma placa “Cuidado é Frágil", como canta Belchior numa letra que gosto muito. Quero alegria, amor, prazer e suavidade. Rezo para me aliviar a ansiedade.E tenho melhorado.A decisão se deu após um porre de Esperança que tomei. As gotinhas homeopáticas não resolveram e apelei. Bebi e estou bem.Ainda choro de vez em quando, mas também dou boas risadas.E tem mais, com toda delicadeza vou dizer onde dói, quando, por exemplo, me pisarem os pés. E gritar se não me ouvirem.Quero rede na varanda. Mergulhos em águas cálidas. Carinho. Cafuné e beijos. Ah, também quero abraçar muito, pois sou louca por abraços. Abraços de quem gosto, claro.Vou continuar cantando todas as manhãs. Vou procurar quem amo e dizer que amo. Dê no que dê. Se não for correspondida, recolho o constrangimento. Faço uma retirada e procuro outros olhos para mirar, outra boca para beijar. Ah, vou apostar na felicidade, sim.Que Deus me guie, pois decidi que vou.
Evelyne Furtado.

6 comentários:

Capitão-Mor disse...

Adorei o tom otimista do seu texto...

Evelyne Furtado disse...

Que bom! Eu preciso desse otimismo.
Obrigada, amigo! Um abraço para você.

Rui Caetano disse...

A nossa vida deverá ser aproveitada ao máximo, até ao tutano, sem rodeios alguns. Por isso, há que partir em busca do que queremos e do que ambicionamos.

Evelyne Furtado disse...

Valeu, Rui!
Tento viver assim e acho que posso conseguir.
Obrigada pela visita.
Abraços.

Berta Helena disse...

Evelyne,

Vim aqui parar, navegando por aqui, por além. Gostei deste porto.
Acho que está certa. É preciso lutar pelas pequeninas coisas que fazem a nossa felicidade.

Evelyne Furtado disse...

Continue por essas águas, Bertha. Adorei as suas.
Obrigada pela visita.